1 Conheça as fases da alimentação infantil | Educação Infantil e Ensino Fundamental Bilíngue em Osasco
  • Educação Infantil e Ensino Fundamental Bilíngue em Osasco
  • Ed. Infantil: (11) 3683-3785 I Ensino Fundamental: (11) 2925-6836
04/07/2022 06:50

Conheça as fases da alimentação infantil

É muito importante que em cada fase da vida de uma criança haja um cuidado na alimentação infantil. Isso deve acontecer porque, em cada uma das fases da vida da criança, elas necessitam que haja um foco em alguns nutrientes específicos, diferentemente de outras fases.

Uma boa alimentação é a base para que a criança tenha um desenvolvimento saudável e, portanto, é importante que os pais fiquem atentos a todas as fases do crescimento do bebê e, importante também que os pais lhe ofereçam alimentos que estejam de acordo com as suas necessidades fisiológicas.

Vamos falar abaixo um pouco mais sobre as fases da alimentação infantil.
 
 

Entenda melhor as fases da alimentação infantil


A alimentação infantil tem como objetivo ajudar no desenvolvimento dos sistemas fisiológicos, imunológicos e neurológicos das crianças.

Além disso, a alimentação infantil também age na prevenção de doenças crônicas que poderão se desenvolver em decorrência da escolha dos alimentos oferecidos.

O que os pais deverão observar é se a alimentação que estão oferecendo é suficiente para garantir que os pequenos tenham noites de sono bem dormidas e se estão crescendo adequadamente. Além disso, deverão observar se as crianças têm cabelos e unhas saudáveis, se a pele está corada e como anda o funcionamento intestinal.

Caso contrário, é necessário reavaliar a alimentação infantil que está sendo oferecida. Porque se não houver este cuidado, pode ser que futuramente, a criança desenvolva problemas de obesidade e problemas cardiovasculares.
 
 

A primeira fase da alimentação infantil


A primeira fase da alimentação infantil ocorre entre o nascimento do bebê e os seus 6 primeiros meses de vida. Neste período, o bebê é sustentado apenas pelo leite materno, que possui os nutrientes essenciais para que ele se desenvolva de maneira saudável.

Durante este período também é quando o bebê adota uma alimentação regular e a mãe passa a alimentá-lo em horários que tornam-se padrões.

Na primeira fase da alimentação infantil não é recomendado que os pais insiram quaisquer outros alimentos, muito menos água ou suco. Deve ser ofertado apenas o leite materno.
 
 

A segunda fase da alimentação infantil


A partir dos 6 meses de vida até primeiro ano do bebê, o bebê entra em um período conhecido como introdução alimentar. A partir de agora, deve-se iniciar a oferta de alimentos e líquidos, deixando a criança escolher o que prefere mais.

Também é muito comum que neste período haja uma rejeição de alimentos. É estimável que a criança rejeite o mesmo alimento várias vezes, até realmente sentir-se atraída por ele.

Portanto, é muito importante que os pais variem na apresentação e na oferta das refeições das crianças, sempre apostando nas cores e nos sabores diferenciados.

Neste período, a alimentação infantil deverá conter uma variação de ferro, proteínas e carboidratos. Ou seja, é muito importante a oferta de leite e derivados, verduras, frutas e legumes.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), o aleitamento materno pode e deve ser estendido até os 2 anos de idade do bebê, sem causar nenhum problema. Mas, é necessário saber intercalar entre a amamentação e as refeições sólidas.
 
 

A terceira fase da alimentação infantil


A parir do primeiro ano de vida da criança, até os seus 6 anos de idade, é comum que a criança desenvolva o seu paladar e crie alguma rejeição por alguns alimentos ofertados em sua alimentação.

Também é muito normal que haja uma diminuição em seu apetite. Por isso, os pais deverão começar a ensiná-los sobre o que acontece caso eles não tenham uma boa alimentação e também a valorizar os momentos das refeições.

Dar exemplo é extremamente necessário nesta fase da alimentação infantil, portanto, os pais deverão seguir à risca boas praticas de alimentação. É muito importante que haja uma restrição de alimentos industrializados nesta etapa.

Varie nos cardápios, ofertando alimentações saudáveis, para que assim, as crianças possam ter escolhas e, assim, definir quais são as suas preferências.
 
 

Conclusão


É muito importante lembrar que estes períodos da alimentação infantil são de fundamental importância para criação de hábitos alimentares saudáveis que poderão servir para toda a vida do seu filho.
 
Comente esta publicação!

Nome:
E-mail:
Comentário:
Digite os caracteres abaixo:


X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok