1 Quais são as tendências para o futuro da educação básica? | Educação Infantil e Ensino Fundamental Bilíngue em Osasco
  • Educação Infantil e Ensino Fundamental Bilíngue em Osasco
  • Ed. Infantil: (11) 3683-3785 I Ensino Fundamental: (11) 2925-6836
23/03/2022 23:16

Quais são as tendências para o futuro da educação básica?

 

A educação básica tem mudado junto com os seus alunos, numa velocidade maior que em outras épocas. Isso tem gerado discussões a cerca do futuro da educação e sobre o que esperar para as escolas mais para frente.

Acompanhar as tendências para o futuro da educação é uma necessidade das escolas, que devem se preparar para os novos desafios. Não estar a par das inovações educacionais se traduz em abordagens atrasadas com os alunos.

E quais são as tendências da educação? Prossiga com a leitura e saiba mais sobre o assunto!

 

Educação básica: qual é o futuro da educação para as escolas?


“Com a presença das novas tecnologias, a sala de aula do futuro se encontra em constante mudança.”

Antigamente, as inovações educacionais tomavam um bom tempo para acontecer. Atualmente, por causa das inovações tecnológicas, essas mudanças podem ocorrer em menos de 1 ano.

O grande desafio das escolas é acompanhar as tendências na educação, pois seus alunos com toda certeza acompanham. Ao não seguir o que há de mais recente no segmento, há o risco de ser entregue um processo de aprendizagem defasado.

E quais são as tendências para o futuro da educação?
 

Responsabilidade digital nas escolas


Uma das grandes tendências da educação é a necessidade dos alunos terem uma relação mais saudável com a tecnologia. Os pais querem que seus filhos tenham uma exploração mais segura do mundo digital.

Segundo pesquisa da Unicef, um a cada três usuários da internet são pessoas abaixo dos 18 anos. Com essa presença precoce na internet, proporcionar responsabilidade digital é um pré-requisito para as escolas do futuro.

 

Maior atenção às habilidades pessoais dos alunos


Pais e professores buscam uma educação mais holística nas escolas, que vá além do desenvolvimento das habilidades sociais e vocacionais. A presença das competências socioemocionais[1]  no currículo da educação básica brasileira é um sinal disso.

Uma pesquisa realizada em 2018 mostrou que níveis elevados de inteligência emocional estão relacionados com a liderança e a capacidade de lidar com a pressão.
Além disso, o sucesso acadêmico não é a única meta dos pais e filhos – uma boa parte desse público valoriza mais as habilidades vocacionais práticas.

 

Pensamento computacional


Pensando de maneira global, 92% dos empregos do futuro vão precisar das habilidades digitais. 45% dos empregos exigirão de seus profissionais a capacidade de configurar e trabalhar com segurança nos sistemas digitais.

Dessa forma, o pensamento computacional é uma das grandes tendências da educação para a sala de aula do futuro. Se trata de uma estratégia usada para propor soluções e resolver problemas utilizando da tecnologia como base.

Ao adotar esse pensamento nas salas de aula, é possível criar futuros profissionais mais preparados para resolver problemas de maneira digital.
 

Presença mais forte da autonomia do aluno


Essa tendência se tornou bastante forte na Geração Alpha[2] , cujas crianças buscam ter maior autonomia sobre a própria educação. A autonomia do aluno é uma das maiores vantagens das inovações tecnológicas recentes.

Nesse cenário, o professor para de exercer o papel de transmissor do conteúdo para se tornar um mediador do conhecimento. Com isso, abre-se espaço para as crianças aprenderem à sua maneira.
 

Classes mais flexíveis


Segundo estudo da Edutopia, o design da sala de aula altera o progresso acadêmico dos alunos em 25%. Por esse motivo que uma das tendências para o futuro da educação é a abertura e flexibilização das salas de aula.

 

Maior colaboração entre pais e escolas através da tecnologia


Outra das grandes tendências para o futuro da educação é a maior proximidade entre pais e escolas. Atualmente, os pais tendem a ser mais presentes na vida escolar do filho, geralmente o ajudando com a tarefa de casa.

Contudo, o que se espera é que os pais aumentem essa presença através da tecnologia, aprimorando a interação com a escola e com os professores.
 

Pedagogia inovadora


O que é esperado para a sala de aula do futuro são professores mais motivados e engajados em proporcionar atividades diferenciadas. Uma das vantagens das inovações educacionais é que abriram mais espaço para a criação de conteúdo do corpo docente.

 

Educação tecnológica


Novas tecnologias serão adota das na educação, como a Inteligência Artificial, Realidade Virtual e a Realidade Aumentada. Isso vai contribuir para a criação de métodos de ensino mais inovadores e engajantes.
 

O que esperar do futuro da educação?


O futuro está em constante mudança e isso é a verdade para o setor da educação. O papel das escolas nisso é acompanhar as mudanças, de forma a atender as necessidades de um público que também está mudando: as crianças.

O futuro da educação deve ser acompanhado de perto pelas instituições de ensino. Apenas dessa forma que a educação básica permanecerá atual nas salas de aula!
 
 
 

Comente esta publicação!

Nome:
E-mail:
Comentário:
Digite os caracteres abaixo:


X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok