1 Os poliglotas pensam e sonham em múltiplas línguas? | Educação Infantil e Ensino Fundamental Bilíngue em Osasco
  • Educação Infantil e Ensino Fundamental Bilíngue em Osasco
  • (11) 3683-3785
19/10/2021 19:25

Os poliglotas pensam e sonham em múltiplas línguas?

Antes de tudo, qual é o significado de poliglota?

Poliglota se trata de uma palavra derivada do grego poluglōttos, com “polu” sendo muitos e “glōttos” sendo língua ou linguagem. O significado de poliglota é aquele que fala três idiomas ou mais com proficiência.
Dessa forma, quando se fala duas línguas é bilíngue – acima disso, seu filho faz parte do grupo das pessoas poliglotas.
 

Por que ser uma das pessoas poliglotas?

Até os 11 anos, o cérebro infantil é uma esponja. Segundo pesquisas, só nos primeiros três anos de vida, o cérebro humano cresce, de forma aproximada, 80%. Por isso, é um momento essencial para estimular o potencial infantil.
Nessa etapa, formar uma criança bilíngue ou poliglota é capaz de provocar mudanças no cérebro, tornando-o mais flexível. Isso é uma das vantagens do bilinguismo!
 

Como funciona o cérebro de quem é bilíngue ou poliglota?

“Aprender um novo idioma potencializa diversas áreas do conhecimento e até mesmo aprimora o idioma nativo.”

Após entender o significado de poliglota e bilíngue, é momento de compreender os efeitos do bilinguismo na sua criança. Um dos seus efeitos foi observado por pesquisadores de psicologia da Universidade de Lund, Suécia.

Nesse estudo, foram reunidos jovens da Academia de Interpretes das Forças Armadas da Suécia para medir o cérebro antes e depois de aprender idiomas estrangeiros. Após 13 meses de treinamento intensivo, eles falavam esses idiomas fluentemente.

Ao mesmo tempo, outro grupo estudou de forma intensa por 13 meses outros assuntos que não fossem idiomas. Por fim, o cérebro dos dois grupos passou por uma ressonância magnética antes e três meses depois do curso intensivo.
 

O resultado foi…

O grupo que estudou outros assuntos teve a estrutura do cérebro inalterada. Enquanto isso, os estudantes de idiomas estrangeiros apresentaram crescimento em áreas como hipocampo e três regiões do córtex cerebral.

Além disso, tiveram mudanças na estrutura cerebral relacionada à adição de novos conhecimentos e de noção espacial.

Inclusive, alunos que tiveram que se esforçar mais na aprendizagem de língua estrangeira, apresentaram maior crescimento nas funções motoras.
 

Pessoas poliglotas pensam e sonham em múltiplas línguas?

Falando em expansão do cérebro, quando sua criança se torna poliglota, ela começa a pensar e sonhar em outras línguas? A resposta é sim e isso ocorre pelo que foi falado lá atrás: o cérebro da criança é uma esponja.

Ela aprende a decodificar as coisas pelos sentidos básicos e, dessa forma, compreende o mundo ao redor. Conforme a criança cresce, o cérebro entra num estado de ebulição de aprendizado linguístico.

Nesse estado, ela aprende a se comunicar na língua que a cerca. Então sim, pessoas poliglotas pensam e sonham em múltiplas línguas. Porém, a criança precisa estar mais imersa nessa nova língua, se tornando mais fácil de pensar com ela.

E conforme mais ela pensa em língua estrangeira, mais a língua se fixa no cérebro. O resultado é que a criança até sonha em múltiplas línguas.
 

Quais são as vantagens de ser bilíngue?

Como pode ver, aprender um novo idioma aumenta o tamanho do cérebro da sua criança, mas o que ela ganha de maneira prática? Bem, as vantagens de ser bilíngue são:
  • Melhor memória, o que ajuda a reter diferentes tipos de informações;
  • Multitarefa, pois com o cérebro pensando em mais de uma língua, ele também se torna capaz de realizar mais de uma atividade;
  • Cérebro melhor, com pessoas bilíngues e poliglotas demorando mais a apresentar doenças como demência;
  • Maior noção cultural, o que aumenta a capacidade de interação social da sua criança;
  • Melhor noção do idioma nativo, pois sim, bilíngues falam melhor a língua portuguesa do que os monolíngues;
  • Melhores decisões, pois a aprendizagem de um novo idioma melhora o raciocínio lógico.
 

Conclusão

Então, as crianças podem pensar e sonhar em inglês? Sim, mas apenas com o estímulo correto. Afinal, nós pensamos e sonhamos em português, porque constantemente estamos cercados por essa língua.

Ao consumir conteúdo estrangeiro ou interagir na língua estrangeira, mais fácil do seu filho se tornar um verdadeiro poliglota ou bilíngue. Por isso, torne a educação dele mais imersiva!

 
Comente esta publicação!

Nome:
E-mail:
Comentário:
Digite os caracteres abaixo:


X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok