1 Competências socioemocionais devem compor o currículo das escolas no Brasil | Educação Infantil e Ensino Fundamental Bilíngue em Osasco
  • Educação Infantil e Ensino Fundamental Bilíngue em Osasco
  • Ed. Infantil: (11) 3683-3785 I Ensino Fundamental: (11) 2925-6836
05/04/2022 06:34

Competências socioemocionais devem compor o currículo das escolas no Brasil

O currículo brasileiro da educação básica (que envolve do ensino infantil até o médio) está passando por mudanças. Por lei, as escolas devem agora compor a sua grade curricular com as competências socioemocionais.

As competências socioemocionais da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) foram aprovadas em 2017 e tinham até 2020 para serem aplicadas. Elas fazem parte das competências gerais da BNCC, que nortearão a educação nacional.

Mas quais são as principais competências socioemocionais? Como trabalhar as competências socioemocionais na escola? Prossiga com a leitura e responda todas as suas dúvidas!

 

O que são as competências socioemocionais e por que elas estão sendo incluídas na grade curricular?


“As competências socioemocionais, quando aliadas com as competências gerais da BNCC, existem para fortalecer as capacidades humanas.”

As competências socioemocionais estão presentes nas 10 competências gerais da Base Nacional Comum Curricular. Para entender melhor o primeiro, é necessário abordar os outros dois.

A Base Nacional Comum Curricular foi definida pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/96) como referência para currículos e propostas pedagógicas.

Em 2017, foi aprovada uma nova BNCC, que trazia novas orientações e competências para a grade curricular. Por lei, até 2020, suas competências gerais deveriam ser adotadas pelas escolas públicas e privadas.

As competências gerais são, segundo a própria BNCC, a “mobilização de conhecimentos, habilidades, atividades e valores para resolver as demandas complexas da vida cotidiana”. Elas são uma forma de preparar melhor o aluno para o mundo contemporâneo.

E aí entram as competências socioemocionais da BNCC…
 

O que são as competências socioemocionais da BNCC e por que elas devem fazer parte do currículo?


As competências socioemocionais se tratam de um recorte das competências gerais que aborda as habilidades socioemocionais. Elas lidam com o controle emocional, sendo complementares às aptidões cognitivas.

Algumas das habilidades socioemocionais são:
  • Empatia;
  • Autoestima;
  • Ética;
  • Paciência;
  • Autoconhecimento;
  • Autonomia;
  • Criatividade.
E por que elas são importantes? Acontece que ao desenvolver essas competências não cognitivas, se criam alunos mais autônomos, críticos e ativos na própria aprendizagem. Eles se tornam mais capazes de lidar com as próprias emoções.
 

Quais são as principais competências socioemocionais?


As 10 competências gerais detalhadas na introdução da BNCC exploram as dimensões culturais, intelectuais, físicas e emocionais dos alunos. E quais são elas?
  • Conhecimento: se trata de valorizar e utilizar dos diferentes conhecimentos físicos, sociais, culturais e digitais;
  • Pensamento científico, crítico e criativo: se trata de exercitar a curiosidade e utilizar das ciências de maneira crítica e criativa;
  • Repertório cultural: se trata de valorizar as manifestações artísticas e culturais;
  • Comunicação: é sobre utilizar de diferentes linguagens;
  • Cultura digital[1] : a cultura digital aborda a compreensão, utilização e criação das tecnologias digitais;
  • Trabalho e projeto de vida: aborda a valorização dos conhecimentos e experiências para fazer escolhas alinhadas ao projeto de vida do indivíduo;
  • Argumentação: se trata de argumentar com base em fatos e dados confiáveis;
  • Autoconhecimento e autocuidado: é sobre se conhecer na diversidade humana e se apreciar;
  • Empatia e cooperação: se trata de exercitar a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação;
  • Responsabilidade e cidadania: é sobre agir de maneira pessoal e coletiva com responsabilidade.

Dentre as competências gerais, quais são as principais competências emocionais?
 

Autoconsciência


Envolve o autoconhecimento de cada aluno, incluindo as suas forças e limitações. Deve promover uma atitude otimista voltada para o crescimento próprio.
 

Autogestão


A autogestão aborda o controle eficiente do estresse e de outros impulsos. Também envolve a definição de metas próprias.
 

Consciência social


A consciência social se trata do exercício de empatia e do respeito à diversidade humana. É sobre se “colocar no lugar do outro”.
 

Habilidades sociais


Envolve não só a empatia, como também a clareza e objetividade ao falar, cooperação com os demais e resistência à pressão social. Também é sobre a resolução de conflitos mais eficiente.
 

Tomada de decisão responsável


A tomada de decisão leva em conta as escolhas pessoais e as interações sociais em relação às normas, cuidados de segurança e padrões éticos.
 

Como trabalhar as competências socioemocionais na escola?


Como trabalhar as competências socioemocionais na escola? Bem, duas abordagens podem ser adotadas:
  • De maneira prática, adotando dinâmicas e exercícios que trabalham as competências socioemocionais diretamente. As melhores opções são aquelas realizadas em grupos;
  • De maneira subjetiva, com o professor aplicando as competências de maneira indireta. Aí entra a psicologia positiva, que reforça o pensamento otimista nas mais variadas situações com os alunos.

Com a combinação dessas duas abordagens, é possível aplicar as competências. Além disso, a família deve fazer parte de todo esse processo.

É apenas com a parceria entre os pais e a escola que os alunos se tornam plenamente capazes de desenvolver as competências socioemocionais!
 
 

Comente esta publicação!

Nome:
E-mail:
Comentário:
Digite os caracteres abaixo:


X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok