1 Quais são os pilares da educação bilíngue? | Educação Infantil e Ensino Fundamental Bilíngue em Osasco
  • Educação Infantil e Ensino Fundamental Bilíngue em Osasco
  • Ed. Infantil: (11) 3683-3785 I Ensino Fundamental: (11) 2925-6836
09/12/2021 12:03

Quais são os pilares da educação bilíngue?

A educação bilíngue no Brasil está se tornando cada vez mais forte, conforme o domínio do inglês se torna basicamente um pré-requisito para qualquer coisa. Nisso, a educação bilíngue deve ir além do simples aprendizado ortográfico.
O ensino bilíngue costuma se apoiar em três pilares: o social, o cultural e o linguístico. Esses três são a base de um processo de aprendizagem mais imersivo, que realmente produz falantes fluentes da língua.
Mas como eles são trabalhados na metodologia de ensino bilíngue? Prossiga com a leitura do artigo e entenda mais sobre isso agora!
 

O que é a educação bilíngue e quais são os seus pilares?

“Diferente de uma escola de inglês, a escola bilíngue é um espaço que vai além do aprendizado bruto, entregando a vivência em outra língua.”
A educação bilíngue se trata de um processo de aprendizagem realizado em duas línguas: uma língua materna e uma língua-alvo. Costuma ser adotada na escola bilíngue e na escola internacional, sendo o foco na primeira.
A escola bilíngue se trata de uma instituição de ensino regular que segue o currículo da Base Nacional Comum Curricular nas duas línguas. Ela vai além de apenas introduzir o aluno na segunda língua, pois oferece imersão cultural e ambientação.
Dessa forma, ela aplica as três bases do sistema de ensino bilíngue: os pilares sociais, culturais e linguísticos.
 

O pilar linguístico

O primeiro pilar é o mais básico: o linguístico. Se trata do aprendizado total da língua, de seus mecanismos e regras, e envolve o entendimento auditivo, escrito e a capacidade de falar fluentemente.
Esse aprendizado não ocorre apenas pelo ensino de inglês direto, mas também através de sua aplicação em outros conteúdos. No sistema de ensino bilíngue, ela corresponde à 50% da carga horária – os conteúdos são entregues em inglês e em português.
 

O pilar cultural

O bilinguismo vai muito além do simples entendimento do segundo idioma. Ele também aborda a cultura da língua, pois isso impacta no modo de falar, no modo de se comportar e no entendimento das tradições.
A metodologia de ensino bilíngue visa o reconhecimento do mundo e da sociedade de maneira mais abrangente. Isso gera a bagagem cultural que prepara o aluno para a vivência com falantes nativos da língua.
 

O pilar social

A educação bilíngue no Brasil tem entendido que o ensino bilíngue não envolve apenas gramática, vocabulário e funções. A natureza da linguagem considera o seu uso social, ou seja, a sua aplicação em discursos dentro da sociedade.
As atividades para o ensino de inglês devem considerar a sua aplicação contextual, estando dentro da realidade dos alunos. Eles não devem apenas aprender o conteúdo linguístico, como também precisam praticar a ação.
E a imersão da educação bilíngue no Brasil aborda justamente isso: tornar o inglês parte da convivência diária dos seus praticantes.
 

Como os pilares interferem no entendimento do contexto linguístico durante o ensino de inglês?

O sistema de ensino bilíngue adota uma metodologia mais eficiente de aprendizado, indo além do ensino da língua em si. Ela foca no contexto da língua, abordando os seus aspectos linguísticos, sociais e culturais.
Dessa forma, a escola proporciona um aprendizado com contexto linguístico mais amplo. Ela introduz o aluno no cotidiano da língua, de forma que o mesmo entenda os mecanismos que um falante nativo adota ao falar e escrever.
Pondo de outra forma, os pilares interferem no entendimento do contexto linguístico ao localizar a língua dentro de uma realidade. Com isso, o estudante consegue por exemplo:
  • Entender que uma saudação é mais adequada para certa cultura do que outra;
  • Que a língua em si é flexível, dependendo do contexto.
 

Como são trabalhados os pilares na metodologia de ensino bilíngue?

Para ser trabalhado o bilinguismo por completo, deve ocorrer uma imersão linguística para os alunos. Por isso, que a escola bilíngue costuma adotar uma metodologia de ensino bilíngue 50/50: 50% em português, 50% em inglês.
Contudo, para trabalhar os pilares, a escola não fica apenas no processo de aprendizagem tradicional. São adotadas diversas ferramentas como músicas, jogos, filmes, livros e sites.
Além disso, são utilizados de recursos extras para ajudar no aprendizado real da língua, como as atividades extracurriculares. Nisso, o ensino de inglês ocorre o tempo todo, tornando a língua mais natural para o estudante.
 

O processo de aprendizagem da língua deve ser natural

Você fala bem o português, porque aprendeu desde sempre a língua, nasceu na cultura brasileira e praticou socialmente isso. A mesma lógica é aplicada no processo de aprendizagem do inglês, tornando a língua mais natural para o estudante.
Essa é a ideia por trás dos pilares da educação bilíngue: tornar o inglês orgânico para o aluno através da naturalização do seu uso no ambiente escolar!
 
LSI: educação bilíngue no Brasil, sistema de ensino bilíngue, metodologia de ensino bilíngue.
Palavras-chave secundárias: ensino bilíngue, bilinguismo, escola bilíngue, ensino de inglês, processo de aprendizagem.
Comente esta publicação!

Nome:
E-mail:
Comentário:
Digite os caracteres abaixo:


X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok